CENIPA - Recomendação de Segurança
Recomendações de Segurança
a

Relatórios Finais Publicados | Total de registros: 3900

anterior 12 ... 27 28 29 30 31... 32 33 próxima »
NÚMERO DA RECOMENDAÇÃO DATA RECOMENDAÇÃO DE SEGURANÇA DESTINATÁRIO CLASSIFICAÇÃO MATRICULA TIPO SITUAÇÃO
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
13/A/200909/03/2009Divulgar este Relatório aos instrutores de vôo e cadetes aviadores, a fim de disseminar os ensinamentos decorrentes desse acidente.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
15/200909/03/2009Solicitar ao fabricante do Toxo II a descrição, no manual da aeronave, das manobras e acrobacias previstas e de seus respectivos envelopes, além de citar as manobras e acrobacias proibidas.REPRESENTANTE COMERCIAL DA AERONAVE TOXO II NO BRASILACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
16/200909/03/2009Solicitar ao fabricante do Toxo II que encaminhe aos operadores as alterações do manual da aeronave decorrentes deste Relatório.REPRESENTANTE COMERCIAL DA AERONAVE TOXO II NO BRASILACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
017/D/0909/03/2009Estudar a conveniência de que a Subparte K do RBHA 91 seja aplicável em função das características operacionais de um determinado operador, e não somente pelo mesmo pertencer ou não à Administração Pública Direta.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
043/A/0909/03/2009Realizar Auditoria de Segurança Operacional na Nordeste Táxi Aéreo de Helicópteros Ltda.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHFOPERDA DE CONTROLE NO SOLO***
002/A/09 SERIPA 526/02/2009De imediato, divulgar os ensinamentos deste acidente a todos os seus instrutores e alunos de AB-115, como forma de elevar o nível de consciência situacional de seus tripulantes.AEROCLUBE DE MONTENEGROACIDENTEPPGIVPERDA DE CONTROLE NO SOLOAGUARDANDO RESPOSTA
001/B/0921/01/2009Realizar visita técnica à Oficina de Manutenção Flores, em Manaus - AM, a fim de se verificar *in loco* as atuais condições de trabalho e de certificação.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
228/A/0830/12/2008Divulgar o conteúdo deste Relatório aos pilotos de EMB-201A Ipanema, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
229/D/0830/12/20081. Aprimorar o processo de fiscalização das entidades homologadas para a realização de instrução de vôo, sejam aerodesportivas ou centros de formação e treinamento, quanto aos processos de planejamento, aplicação e acompanhamento da instrução. Da mesma forma, a composição da estrutura física, as condições operacionais requeridas do acervo de aeronaves e a formação do corpo de instrutores, deverão também ser aprimoradas e constantemente fiscalizadas, assegurando um padrão elevado de desempenho na formação de pilotos e do processo de instrução.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
230/D/0830/12/20082. Efetuar uma revisão dos assuntos concernentes à instrução de vôo, notadamente dos critérios para homologação e operação, descritos no RBHA 61, de forma a estabelecer níveis e requisitos de segurança mais elevados para as atividades de instrução aérea, sejam elas realizadas em qualquer nível, tipo de equipamento e entidade homologada.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
232/A/0830/12/2008Alertar os operadores da aeronave EMB 202 Ipanema que o Manual de Operação da mesma determina que a bomba elétrica auxiliar de combustível permaneça ligada em decolagens, operações agrícolas e pousos.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível..QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
234/A/0830/12/2008Divulgar o conteúdo deste Relatório aos pilotos de EMB 202 Ipanema.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
030/200805/12/2008Implementar um controle adequado e confiável para os procedimentos de lavagem de compressor de motor, realizando os lançamentos em caderneta própria e relacionando o motivo e tipo de lavagem.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
032/200805/12/2008Realizar briefing aos passageiros antes do embarque de cada voo, esclarecendo e definindo os procedimentos normais e de emergência a serem adotados tanto em voo como no solo.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
034/200805/12/2008Aplicar as atividades previstas no Programa de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (PPAA) a todo o seu efetivo, supervisionando a sua execução nos diversos níveis por meio de um Agente de Segurança de Voo ou um Elemento Credenciado contratado, com atribuições exclusivas para a empresa.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
035/200805/12/2008Divulgar o aprendizado da presente investigação como forma de orientar e alertar as empresas operadoras de aeronaves de asas rotativas existentes em sua área de jurisdição, por ocasião de eventos, encontros de aviação ou por meio de Divulgação Operacional (DIVOP), no sentido de evitar que novos acidentes venham a ocorrer como consequência dos mesmos fatores contribuintes.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
203/A/0829/11/2008Revisar as provisões contidas nos documentos da OACI que tratam dos procedimentos de falha de comunicação com o objetivo de tornar claro o entendimento dessa situação por parte de pilotos e ATCO e de harmonizar os procedimentos em todas as regiões do mundo.ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ICAO)ACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
204/A/0829/11/2008Avaliar a normalização existente a fim de verificar se os requisitos previstos de treinamento para vôos internacionais em operações segundo o 14 CFR Part 91, especialmente em jatos de alta performance e VLJ, podem ser melhorados a fim de elevar os níveis mínimos de segurança atualmente exigidos pela legislação em vigor.FEDERAL AVIATION ADMINISTRATIONACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
205/A/0829/11/2008Avaliar, em coordenação com o DECEA, a atual legislação de utilização de publicações aeronáuticas para as aeronaves que operam no espaço aéreo brasileiro, visando mitigar o risco do uso de informações aeronáuticas desatualizadas ou incorretas.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
206/A/0829/11/2008Rever seus regulamentos, relacionados com a interface homem-máquina na cabine de comando das atuais e futuras aeronaves, em termos de disposição física de instrumentos, avisos e alarmes, de forma a evitar que eventuais interações inadvertidas dos tripulantes com esses dispositivos possam vir a afetar a segurança da operação. Estas revisões deverão estar em consonância com os aperfeiçoamentos de requisitos atualmente em andamento na comunidade aeronáutica, dos quais ressalta-se o Draft Rule 25.1302 - Installed Systems and Equipment for Use by the Flight Crew, ainda em tramitação para ser oficializado, incluindo em seus dispositivos os aspectos relacionados com a interação dos tripulantes e a disposição física dos instrumentos, de modo a se evitar que eventuais ações inadvertidas afetem a operação.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
203/A/0829/11/2008Revisar as provisões contidas nos documentos da OACI que tratam dos procedimentos de falha de comunicação com o objetivo de tornar claro o entendimento dessa situação por parte de pilotos e ATCO e de harmonizar os procedimentos em todas as regiões do mundo.ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ICAO)ACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
204/A/0829/11/2008Avaliar a normalização existente a fim de verificar se os requisitos previstos de treinamento para vôos internacionais em operações segundo o 14 CFR Part 91, especialmente em jatos de alta performance e VLJ, podem ser melhorados a fim de elevar os níveis mínimos de segurança atualmente exigidos pela legislação em vigor.FEDERAL AVIATION ADMINISTRATIONACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
205/A/0829/11/2008Avaliar, em coordenação com o DECEA, a atual legislação de utilização de publicações aeronáuticas para as aeronaves que operam no espaço aéreo brasileiro, visando mitigar o risco do uso de informações aeronáuticas desatualizadas ou incorretas.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
206/A/0829/11/2008Rever seus regulamentos, relacionados com a interface homem-máquina na cabine de comando das atuais e futuras aeronaves, em termos de disposição física de instrumentos, avisos e alarmes, de forma a evitar que eventuais interações inadvertidas dos tripulantes com esses dispositivos possam vir a afetar a segurança da operação. Estas revisões deverão estar em consonância com os aperfeiçoamentos de requisitos atualmente em andamento na comunidade aeronáutica, dos quais ressalta-se o Draft Rule 25.1302 - Installed Systems and Equipment for Use by the Flight Crew, ainda em tramitação para ser oficializado, incluindo em seus dispositivos os aspectos relacionados com a interação dos tripulantes e a disposição física dos instrumentos, de modo a se evitar que eventuais ações inadvertidas afetem a operação.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
202/A/0828/11/2008Incluir requisitos no STVD referentes a implantação da Cleared Level Adherence Monitoring (CLAM), funcionalidade que verifica a conformidade do nível real de vôo com o nível autorizado e emite alerta nos casos de desvios fora dos padrões previstos, a fim aperfeiçoar os alarmes previstos para alertar os controladores de que está ocorrendo uma discrepância entre as informações recebidas de nível real de vôo da aeronave e o nível autorizado para o trecho.DEPARTAMENTO DE CONTROLE DE ESPAÇO AÉREOACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
202/A/0828/11/2008Incluir requisitos no STVD referentes a implantação da Cleared Level Adherence Monitoring (CLAM), funcionalidade que verifica a conformidade do nível real de vôo com o nível autorizado e emite alerta nos casos de desvios fora dos padrões previstos, a fim aperfeiçoar os alarmes previstos para alertar os controladores de que está ocorrendo uma discrepância entre as informações recebidas de nível real de vôo da aeronave e o nível autorizado para o trecho.DEPARTAMENTO DE CONTROLE DE ESPAÇO AÉREOACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
014/C/2015/10/2008Alertar as empresas de manutenção em motores Textron Lycoming existentes em sua área de jurisdição, quanto à importância da supervisão dos serviços e da necessidade de executar a montagem dos contrapesos do eixo de manivela de acordo com o previsto na Service Instruction nº. 1012F.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTJPZFALHA DO MOTOR EM VOO***
10/A/2008 ? SERIPA V10/10/2008O Diretor de Instrução deverá, de imediato, cobrar dos instrutores o correto preenchimento das fichas de instrução de voo, conforme preconiza o MCA 58-3. Recomendações emitidas anteriormente à data de publicação deste relatório.AEROCLUBE DE NOVO HAMBURGOACIDENTEPPFJSCOLISÃO COM OBSTÁCULO DURANTE A DECOLAGEM E POUSOAGUARDANDO RESPOSTA
11/A/2008 ? SERIPA V10/10/2008O Diretor de Operações deverá, de imediato, determinar que os tripulantes cumpram as restrições para operações de pouso e decolagem em SSNH, conforme NOTAM. Recomendações emitidas anteriormente à data de publicação deste relatório.AEROCLUBE DE NOVO HAMBURGOACIDENTEPPFJSCOLISÃO COM OBSTÁCULO DURANTE A DECOLAGEM E POUSOAGUARDANDO RESPOSTA
12/A/2008 ? SERIPA V10/10/2008O Presidente do Aeroclube de Novo Hamburgo deverá, de imediato, cobrar de seus Diretores a supervisão constante tanto do setor de instrução como de operações de voo. Recomendações emitidas anteriormente à data de publicação deste relatório.AEROCLUBE DE NOVO HAMBURGOACIDENTEPPFJSCOLISÃO COM OBSTÁCULO DURANTE A DECOLAGEM E POUSOAGUARDANDO RESPOSTA
010/D/0807/10/2008Que alerte seus pilotos para as vantagens de não se assumir riscos desnecessários. No vôo em que ocorreu o acidente não era necessário voar à baixíssima altura ao ponto de viabilizar a colisão contra uma árvore.AERO AGRÍCOLA NOVA MUTUM LTDAACIDENTEPTGHXCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULO***
010/D/0807/10/2008Que alerte seus pilotos para as vantagens de não se assumir riscos desnecessários. No vôo em que ocorreu o acidente não era necessário voar à baixíssima altura ao ponto de viabilizar a colisão contra uma árvore.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGHXCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULO***
011/D/0807/10/2008Que reporte todas as ocorrências com suas aeronaves, de forma a permitir que, com vistas à prevenção de acidentes, o processo de investigação seja conduzido oportuna e adequadamente.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGHXCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULO***
417/D/0811/09/2008Alertar os tripulantes sobre a importância da realização do pré-voo das aeronaves, dando ênfase à verificação de impurezas nos drenos dos tanques de combustível e no copo do filtro principal, evitando que partículas contaminantes transitem nas linhas de suprimento de combustível para o motor. Observar o item 8-21(d) do Manual de Operação da Aeronave, MO-711 A, C/541.SOURE TÁXI AÉREO LTDAACIDENTEPTNGFFALHA DO MOTOR EM VOO***
418/D/0811/09/2008Supervisionar as Oficinas de Manutenção no sentido de certificar-se da execução dos serviços de manutenção preventiva de acordo com as recomendações do fabricante e das Normas da Aviação Civil, exigindo os registros em cadernetas de todos os serviços realizados.SOURE TÁXI AÉREO LTDAACIDENTEPTNGFFALHA DO MOTOR EM VOO***
419/D/0811/09/2008Providenciar a atualização das cadernetas de célula, motor e hélice da aeronave acidentada.SOURE TÁXI AÉREO LTDAACIDENTEPTNGFFALHA DO MOTOR EM VOO***
420/D/0811/09/2008Quando da realização das Inspeções Periódicas das aeronaves de modelos EMB-711 C, que seja dada ênfase na limpeza dos tanques de combustível, bem como dos filtros e telas da linha de abastecimento, suprimento e de suspiro das células de combustível.OFICINAS DE MANUTENÇÃO NA ÁREA SERIPA IACIDENTEPTNGFFALHA DO MOTOR EM VOO***
421/D/0811/09/2008Alertar os inspetores de manutenção quanto à especial atenção nos serviços relacionados à limpeza de tanques, filtros e linhas de combustível, quanto à contaminação de sujidades e à presença de água, atentando para o fato de que o clima da região amazônica propicia um maior acúmulo de água com contaminantes corrosivos.OFICINAS DE MANUTENÇÃO NA ÁREA SERIPA IACIDENTEPTNGFFALHA DO MOTOR EM VOO***
151/D/0822/08/2008Determinar aos operadores de aeronaves SIKORSKY, modelos S-76A e S-76C, a realização de inspeção no componente *ENGINE SHAFT FLEXIBLE COUPLING*, P/N 76361-04008-103 ou 76361-04008-102, de acordo com o Capítulo 5, Seção 5-20-00, Parágrafo 3, Página 46, do Manual P/N SA 4047-76C-2-1 (Rev 31/MAR/2008). Caso seja encontrada qualquer discrepância, o CENIPA, a GGIP e o SERIPA da região do operador deverão ser informados.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILINCIDENTE GRAVEPRLCEFALHA DE SISTEMA / COMPONENTE***
119/D/0812/08/2008Reavaliar a viabilidade da operaçã o VFR no período noturno, prevista na Portaria de Registro do Heliponto Privado Condomínio Laranjeiras (SDLA), (LAT 23º 20' 39*S / LONG 044º 39' 39W), PARATY / RJ, considerando a perda de referências visuais, logo após a decolagem efetuada em direção ao mar, sendo este o único sentido utilizado, devido à restrição de sobrevôo das residências, estabelecida pela administração do referido Condomínio.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRIPODESORIENTAÇÃO ESPACIALCUMPRIDA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
102/D/0809/07/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto aos operadores de helicóptero, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOO***
103/D/0809/07/2008Realizar uma Vistoria Técnica na empresa CASTLE AIR Táxi Aéreo Ltda, a fim de avaliar seu Programa de Treinamento dos tripulantes técnicos, visando assegurar que o profissional da atividade aérea tenha sido corretamente treinado e adaptado para o tipo de equipamento no qual tenha sido habilitado.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOO***
104/D/0809/07/2008Fiscalizar, junto aos operadores de aeronaves BELL 407 dotadas de motores Rolls Royce modelo 250-C47B, o cumprimento do *Commercial Engine Bulletin CEB-73-6048*, que estabelece a troca da ECU EMC 35A pela EMC 35R, visando à redução da freqüência de reversões dos FADEC para modo manualAGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTYUMFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
105/D/0809/07/2008Estabelecer um responsável por supervisionar o desenvolvimento das atividades aéreas, o qual terá como atribuição, entre outras, definir a viabilidade de realizar os vôos de instrução em função das condições meteorológicas existentes.AEROCLUBE DE PIRACICABAACIDENTEPPHMPCAUSADO POR FENÔMENO METEOROLÓGICO EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
106/D/0809/07/2008Criar mecanismos internos de forma a se assegurar de que os instrutores cumpram todas as etapas de planejamento dos vôos de instrução, incluindo a realização de briefings e debriefings detalhados.AEROCLUBE DE PIRACICABAACIDENTEPPHMPCAUSADO POR FENÔMENO METEOROLÓGICO EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
107/D/0809/07/2008Realizar campanha nacional de combate ao Transporte Aéreo Clandestino de Passageiros, efetuados por aeronaves registradas como Serviços Aéreos Privados (TPP).AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTEBKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
108/D/0809/07/2008Tendo em vista a realização de eleições, divulgar a todos os partidos políticos os requisitos mínimos necessários à contratação de aeronaves para a prestação de serviços aéreos remunerados.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTEBKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
109/D/0809/07/2008Intensificar a fiscalização das aeronaves e pilotos nos locais desprovidos de órgãos fiscalizadores por meio de missões itinerantes, visando coibir a prática de violações.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTEBKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
044/A/0702/07/2008Divulgar, na área de sua jurisdição, através de seminários, palestras e vistorias, o conteúdo do presente Relatório e seus ensinamentos aos tripulantes, pessoal de apoio e diretores das Empresas de Táxi Aéreo.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTLFVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
095/A/0802/06/2008Estudar a necessidade de estabelecer um plano de contingência para o acompanhamento das rotinas técnico-operacionais e de manutenção da empresa TAM Linhas Aéreas S/A, de modo a assegurar que as práticas por ela utilizadas garantam a operação com segurança e atendam a todos os requisitos estabelecidos na regulamentação vigenteAGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRMBKPERDA DE CONTROLE NO SOLOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOO***
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
093/A/0826/05/2008Promover a divulgação deste Acidente Aeronáutico junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar ensinamentos adquiridos através do mesmo.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOO***
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
094/A/0826/05/2008Enfatizar, por ocasião das Vistorias de Segurança de Vôo, os ensinamentos e os aspectos relevantes constantes do presente relatório, visando difundir e sedimentar uma adequada doutrina de Segurança de Vôo, focando aspectos como: a importância de se manter uma manutenção adequada da aeronave, com seus registros atualizados e confiáveis# a importância da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de segurança, regulamentados e adequados à atividade# e a preparação operacional dos pilotos para as situações normais e de emergência.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTDPFFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
010/A/0716/05/2008Assegurar a real eficácia da instrução teórica, considerando: a viabilidade da adoção de sistemas de treinamento que utilizam o computador (CBT) como ferramenta de base para o aprendizado# e a necessidade de se estabelecer mecanismos para o melhor acompanhamento e a avaliação do método de ensino aplicado nesta fase.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRMBKPERDA DE CONTROLE NO SOLOCUMPRIDA
012/A/0816/05/2008Realizar auditoria interna em todos os processos conduzidos no âmbito da empresa, relacionados à operação, treinamento e manutenção, visando ao levantamento de não conformidades quanto à regulamentação vigente, bem como, à aferição da eficácia dos mesmos.TAM LINHAS AÉREASACIDENTEPRMBKPERDA DE CONTROLE NO SOLOCUMPRIDA
013/A/0816/05/2008Reavaliar o seu Programa de Treinamento, buscando adequá-lo às reais necessidades da operação e considerando: a necessidade de um melhor acompanhamento das condições técnico-operacionais dos tripulantes# a adequação da carga horária atualmente adotada# e a eficácia da metodologia empregada no treinamento teórico.TAM LINHAS AÉREASACIDENTEPRMBKPERDA DE CONTROLE NO SOLOCUMPRIDA