CENIPA - Recomendação de Segurança
Recomendações de Segurança
a

Relatórios Finais Publicados | Total de registros: 3951

anterior 12 ... 27 28 29 30 31... 32 33 próxima »
NÚMERO DA RECOMENDAÇÃO DATA RECOMENDAÇÃO DE SEGURANÇA DESTINATÁRIO CLASSIFICAÇÃO MATRICULA TIPO SITUAÇÃO
052/D/0922/04/20091.Efetuar ampla divulgação deste Relatório Final às Unidades Aéreas operadoras de asas rotativas, de forma integral ou condensada, de modo a se prevenir futuras ocorrências do tipo.SEGUNDA FORÇA AÉREAACIDENTEPTYBFPERDA DE CONTROLE EM VOO***
075/B/0922/04/20091.Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nesta investigação, ressaltando os aspectos relacionados às alterações não planejadas no perfil de vôo e a complacência dos tripulantes em relação a estas atitudes, bem como na instalação de controles e equipamentos imprescindíveis à segurança de vôo.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
076/B/0922/04/20092.Realizar uma Auditoria de Segurança Operacional na LECREC Administração S/C Ltda, com enfoque no cumprimento do RBHA 27 - Requisitos de Aeronavegabilidade - aeronaves de asas rotativas - categoria normal, bem como nas relações interpessoais entre seus tripulantes e os seus passageiros.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
077/D/0922/04/20091.Orientar os pilotos quanto ao planejamento adequado de missão, ressaltando aspectos referentes à análise das condições meteorológicas, perfil de vôo, divisão de tarefas, e a função do piloto em comando, bem como os limites de operação entre seus empregados e integrantes da família do operador.LECREC ADMINISTRAÇÃOACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
078/D/0922/04/20092.Ressaltar junto aos seus tripulantes a importância do fiel cumprimento do perfil de vôo planejado.LECREC ADMINISTRAÇÃOACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
079/D/0922/04/20093.Orientar seus tripulantes a configurar as aeronaves de tal forma que qualquer tripulante que possua função a bordo tenha os seus respectivos comandos de vôo necessários ao cumprimento da sua função, bem como evitar que as aeronaves permaneçam configuradas quando o ocupante do assento de pilotagem da esquerda não for um piloto com função a bordo.LECREC ADMINISTRAÇÃOACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
080/D/0922/04/20094.Alertar os seus tripulantes sobre situações propícias a atitudes exibicionistas, principalmente com presença de parentes a bordo, aumentando o nível de alerta, e procurando antecipar-se a situações de risco.LECREC ADMINISTRAÇÃOACIDENTEPTYBVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
071/D/0922/04/20091.Desenvolver para as aeronaves KW-1 um alarme sonoro que indique ao piloto, de forma antecipada, a aproximação da velocidade de estol.INDÚSTRIA PARANAENSE DE ESTRUTURASACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
072/A/0922/04/20091.Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e aeroclubes de suas respectivas áreas de jurisdição, dando ênfase às características de performance da aeronave KW-1 (reduzida faixa de pré-estol que favorece a rápida entrada em parafuso durante curvas no tráfego e giros de térmica).SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTPHKPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
019/D/0916/04/2009Confeccionar Tabelas de Desempenho do EMB-202, IPANEMA, para a configuração agrícola, conforme previsto no Manual de Operação, Seção 05, Figuras 5-4, 5-6, 5-7, 5-10 e 5-11, especialmente pelo fato de que a referida configuração é a mais utilizada na operação, bem como para um melhor planejamento do emprego da aeronave por seus operadores.EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICAACIDENTEPTUQGCOLISÃO COM FAUNAAGUARDANDO RESPOSTA
020/D/0923/03/20091.Ministrar instrução anual da IMA 100-4, com ênfase ao capítulo III (regras de vôo visual), citando casos de CFIT e de desorientação espacial durante o vôo visual noturno com helicóptero.POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
021/D/0923/03/20092.Adequar a escala de pilotos de sobreaviso ao que preconiza a lei 7.184, artigos 20 e 21, de forma que não haja tripulante voando com a jornada de trabalho extrapolada.POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
022/D/0923/03/20093.Realizar curso e reciclagem anual de CRM para todos os tripulantes.POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
023/D/0923/03/20094.Realizar Estágio Fisiológico no IFISAL para os pilotos da Unidade Aérea, a fim de elevar o nível de alerta para as restrições fisiológicas que podem afetar o desempenho humano na pilotagemPOLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
024/D/0923/03/20095.Designar um elemento com Curso de Segurança de Vôo, ministrado pelo CENIPA, para exercer a função de Oficial de Segurança de Vôo da Unidade Aérea.POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
025/D/0923/03/20096.Realizar, anualmente, para todos os pilotos, palestra sobre Método SIPAER de Gerenciamento do Risco Operacional, abordando este Relatório e ocorrências semelhantes.POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
026/D/0923/03/20097.Orientar os pilotos quanto ao planejamento adequado de missão, ressaltando aspectos referentes à plotagem das elevações mais significativas em carta aeronáutica destinada ao vôo visual e à consulta de informações meteorológicas atualizadas (em sites oficiais do COMAER que fornecem informações *online*).POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSOACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOAGUARDANDO RESPOSTA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
027/B/0923/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório às empresas e unidades operadoras de helicópteros, a fim de disseminar os ensinamentos adquiridos nessa investigação.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPEMTCOLISÃO EM VOO COM OBSTÁCULOCUMPRIDA
005/D/0909/03/2009Avaliar os programas utilizados pelas empresas de propaganda aérea para adaptação de pilotos às aeronaves utilizadas no reboque de faixas.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
006/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório, através de DIVOP, para os operadores de reboque de faixa de propaganda aérea de sua área de jurisdição, enfatizando a importância de se cumprir o programa de adaptação à aeronave, antes de iniciar o reboque de faixas.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTBKPPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
007/D/0909/03/20091.Providenciar a instalação de um equipamento indicador de direção do vento (biruta) no aeródromo da cidade.PREFEITURA DE CERES - GOACIDENTEPTMBVPERDA DE CONTROLE NO SOLOAGUARDANDO RESPOSTA
008/D/0909/03/20092.Adotar procedimentos de inspeção diária para avaliação das condições da pista do aeródromo da cidade, tomando as devidas providências para a correção das discrepâncias e solicitando à autoridade aeronáutica competente a emissão de NOTAM.PREFEITURA DE CERES - GOACIDENTEPTMBVPERDA DE CONTROLE NO SOLOAGUARDANDO RESPOSTA
009/C/0909/03/2009Realizar Vistoria Especial de Segurança de Vôo na empresa JAT Aerotáxi Ltda, dando ênfase à avaliação e cumprimento do PPAA, à cultura organizacional, à aplicação do MSGR, ao treinamento de CRM e ao treinamento de procedimentos de emergências.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTMBVPERDA DE CONTROLE NO SOLOCUMPRIDA
010/D/0909/03/2009Definir em regulamentação específica os critérios de formação e manutenção operacional para a realização de missões de Patrulhamento Florestal e de Combate a Incêndios Florestais.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
011/B/0909/03/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório aos operadores de helicóptero de suas respectivas áreas de jurisdição, como forma de prevenir futuras recorrências, durante operações em áreas restritas.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHLOPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
012/B/0909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação e para os aeroclubes, através de DIVOP, enfatizando a importância de se planejar um vôo dentro do que preconizam as normas e regulamentos aeronáuticos.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTOUKFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
13/A/200909/03/2009Divulgar este Relatório aos instrutores de vôo e cadetes aviadores, a fim de disseminar os ensinamentos decorrentes desse acidente.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
14/B/200909/03/2009Divulgar este Relatório para as escolas de aviação, aeroclubes e entidades ligadas ao aerodesporto para disseminação dos ensinamentos.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
15/200909/03/2009Solicitar ao fabricante do Toxo II a descrição, no manual da aeronave, das manobras e acrobacias previstas e de seus respectivos envelopes, além de citar as manobras e acrobacias proibidas.REPRESENTANTE COMERCIAL DA AERONAVE TOXO II NO BRASILACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
16/200909/03/2009Solicitar ao fabricante do Toxo II que encaminhe aos operadores as alterações do manual da aeronave decorrentes deste Relatório.REPRESENTANTE COMERCIAL DA AERONAVE TOXO II NO BRASILACIDENTEPUTOXPERDA DE CONTROLE EM VOONÃO CUMPRIDA
017/D/0909/03/2009Estudar a conveniência de que a Subparte K do RBHA 91 seja aplicável em função das características operacionais de um determinado operador, e não somente pelo mesmo pertencer ou não à Administração Pública Direta.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
018/A/0909/03/2009Divulgar este Relatório Final aos operadores que desempenham atividade aérea para-pública, realçando a importância de um programa de treinamento adequado que abranja os diversos tipos de vôo realizados pela organização.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTYCJPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
043/A/0909/03/2009Realizar Auditoria de Segurança Operacional na Nordeste Táxi Aéreo de Helicópteros Ltda.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTHFOPERDA DE CONTROLE NO SOLO***
002/A/09 SERIPA 526/02/2009De imediato, divulgar os ensinamentos deste acidente a todos os seus instrutores e alunos de AB-115, como forma de elevar o nível de consciência situacional de seus tripulantes.AEROCLUBE DE MONTENEGROACIDENTEPPGIVPERDA DE CONTROLE NO SOLOAGUARDANDO RESPOSTA
001/B/0921/01/2009Realizar visita técnica à Oficina de Manutenção Flores, em Manaus - AM, a fim de se verificar *in loco* as atuais condições de trabalho e de certificação.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
002/B/0921/01/2009Divulgar o conteúdo deste Relatório em seminários e palestras destinados aos operadores de linhas aéreas não-regulares, enfatizando a necessidade de se cumprir as normas, regras e procedimentos operacionais vigentes, de se manter os registros e controles de horas dos equipamentos atualizados, bem como a realização de inspeções e serviços periódicos de manutenção em oficina homologada.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTEXAFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
227/A/0830/12/2008Em coordenação com a ANAC, promover a divulgação deste Relatório junto a operadores e pilotos de aviação agrícola, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
228/A/0830/12/2008Divulgar o conteúdo deste Relatório aos pilotos de EMB-201A Ipanema, com a finalidade de disseminar os ensinamentos adquiridos, dando ênfase à necessidade do fiel cumprimento das normas estabelecidas, ao uso de EPI adequado e à disciplina consciente dos profissionais da aviação.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPTGYVPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
229/D/0830/12/20081. Aprimorar o processo de fiscalização das entidades homologadas para a realização de instrução de vôo, sejam aerodesportivas ou centros de formação e treinamento, quanto aos processos de planejamento, aplicação e acompanhamento da instrução. Da mesma forma, a composição da estrutura física, as condições operacionais requeridas do acervo de aeronaves e a formação do corpo de instrutores, deverão também ser aprimoradas e constantemente fiscalizadas, assegurando um padrão elevado de desempenho na formação de pilotos e do processo de instrução.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
230/D/0830/12/20082. Efetuar uma revisão dos assuntos concernentes à instrução de vôo, notadamente dos critérios para homologação e operação, descritos no RBHA 61, de forma a estabelecer níveis e requisitos de segurança mais elevados para as atividades de instrução aérea, sejam elas realizadas em qualquer nível, tipo de equipamento e entidade homologada.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
231/D/0830/12/2008Divulgar amplamente os ensinamentos contidos nesta investigação, para todos os Aeroclubes e Escolas de Aviação, como forma de prevenção e alerta.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPPFIIPERDA DE CONTROLE EM VOOCUMPRIDA
232/A/0830/12/2008Alertar os operadores da aeronave EMB 202 Ipanema que o Manual de Operação da mesma determina que a bomba elétrica auxiliar de combustível permaneça ligada em decolagens, operações agrícolas e pousos.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SEGUNDO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.TERCEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.QUARTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível..QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SEXTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.SÉTIMO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
233/A/0830/12/2008Divulgar aos operadores da aeronave EMB 202 Ipanema de suas respectivas jurisdições o filme produzido pelo SERIPA VI a respeito da utilização da bomba auxiliar elétrica de combustível.PRIMEIRO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
234/A/0830/12/2008Divulgar o conteúdo deste Relatório aos pilotos de EMB 202 Ipanema.ACADEMIA DA FORÇA AÉREAACIDENTEPTUPZFALHA DO MOTOR EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
030/200805/12/2008Implementar um controle adequado e confiável para os procedimentos de lavagem de compressor de motor, realizando os lançamentos em caderneta própria e relacionando o motivo e tipo de lavagem.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
032/200805/12/2008Realizar briefing aos passageiros antes do embarque de cada voo, esclarecendo e definindo os procedimentos normais e de emergência a serem adotados tanto em voo como no solo.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
034/200805/12/2008Aplicar as atividades previstas no Programa de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (PPAA) a todo o seu efetivo, supervisionando a sua execução nos diversos níveis por meio de um Agente de Segurança de Voo ou um Elemento Credenciado contratado, com atribuições exclusivas para a empresa.HELISUL TÁXI AÉREOINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOO***
035/200805/12/2008Divulgar o aprendizado da presente investigação como forma de orientar e alertar as empresas operadoras de aeronaves de asas rotativas existentes em sua área de jurisdição, por ocasião de eventos, encontros de aviação ou por meio de Divulgação Operacional (DIVOP), no sentido de evitar que novos acidentes venham a ocorrer como consequência dos mesmos fatores contribuintes.QUINTO SERVIÇO REGIONAL DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOSINCIDENTE GRAVEPTHEOFALHA DO MOTOR EM VOOCUMPRIDA
203/A/0829/11/2008Revisar as provisões contidas nos documentos da OACI que tratam dos procedimentos de falha de comunicação com o objetivo de tornar claro o entendimento dessa situação por parte de pilotos e ATCO e de harmonizar os procedimentos em todas as regiões do mundo.ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ICAO)ACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
204/A/0829/11/2008Avaliar a normalização existente a fim de verificar se os requisitos previstos de treinamento para vôos internacionais em operações segundo o 14 CFR Part 91, especialmente em jatos de alta performance e VLJ, podem ser melhorados a fim de elevar os níveis mínimos de segurança atualmente exigidos pela legislação em vigor.FEDERAL AVIATION ADMINISTRATIONACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA
205/A/0829/11/2008Avaliar, em coordenação com o DECEA, a atual legislação de utilização de publicações aeronáuticas para as aeronaves que operam no espaço aéreo brasileiro, visando mitigar o risco do uso de informações aeronáuticas desatualizadas ou incorretas.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
206/A/0829/11/2008Rever seus regulamentos, relacionados com a interface homem-máquina na cabine de comando das atuais e futuras aeronaves, em termos de disposição física de instrumentos, avisos e alarmes, de forma a evitar que eventuais interações inadvertidas dos tripulantes com esses dispositivos possam vir a afetar a segurança da operação. Estas revisões deverão estar em consonância com os aperfeiçoamentos de requisitos atualmente em andamento na comunidade aeronáutica, dos quais ressalta-se o Draft Rule 25.1302 - Installed Systems and Equipment for Use by the Flight Crew, ainda em tramitação para ser oficializado, incluindo em seus dispositivos os aspectos relacionados com a interação dos tripulantes e a disposição física dos instrumentos, de modo a se evitar que eventuais ações inadvertidas afetem a operação.AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVILACIDENTEPRGTDCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
203/A/0829/11/2008Revisar as provisões contidas nos documentos da OACI que tratam dos procedimentos de falha de comunicação com o objetivo de tornar claro o entendimento dessa situação por parte de pilotos e ATCO e de harmonizar os procedimentos em todas as regiões do mundo.ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ICAO)ACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOCUMPRIDA
204/A/0829/11/2008Avaliar a normalização existente a fim de verificar se os requisitos previstos de treinamento para vôos internacionais em operações segundo o 14 CFR Part 91, especialmente em jatos de alta performance e VLJ, podem ser melhorados a fim de elevar os níveis mínimos de segurança atualmente exigidos pela legislação em vigor.FEDERAL AVIATION ADMINISTRATIONACIDENTEN600XLCOLISÃO DE AERONAVES EM VOOAGUARDANDO RESPOSTA